Projecto de Frank Gehry para o Parque Mayer pode ser arquivado

Por a 8 de Junho de 2006

parque mayer

O projecto do arquitecto Frank Gehry para o Parque Mayer, que já custou à Câmara de Lisboa 2,5 milhões de euros poderá ser arquivado.

Isto porque, segundo fonte do gabinete da vereadora do urbanismo, Gabriela Seara, o que agora se pretende para aquela zona é «reabilitar o espirito original do Parque Mayer».

Como explicou a mesma fonte ao Construir, esse reabilitar do espírito original passa «por recuperar o Capitólio, que foi recentemente classificado pelo Instituto Português do Património Arquitectónico (IPPAR), bem como os dois teatros existentes na zona», nomeadamente o Variedades e o Maria Vitória, reabilitação esta que não constava do projecto apresentado pelo arquitecto norte-americano à autarquia.

No entanto, apesar de ainda não existir uma data estipulada, a autarquia pretende confrontar o arquitecto com as novas premissas, de forma a que o mesmo adapte o seu plano original às novas exigências da câmara.

Segundo fonte do gabinete de Gabriela Seara, o facto de «Frank Gehry não parecer muito interessado em rever o projecto original», aliado aos valores que o próprio ao aceitar poderá vir a cobrar pela adequação do projecto às novas premissas, poderão levar a que o projecto do Parque Mayer passe para as mãos de outro arquitecto.

Em declarações ao Jornal Público, o vice-presidente da autarquia, Fontão de Carvalho, salientou que «Frank Gehry não é o único no mundo. Temos muitos bons arquitectos em Portugal».

PUB