Edição digital
Assine já
    Ricardo Batista

    Director Editorial

    Notícias
    “Trabalhamos para que a CONSTRUMAT seja um ponto de encontro para mostrar o presente e vislumbrar o futuro”

    Em entrevista exclusiva ao CONSTRUIR, o presidente da CONSTRUMAT explica a importância de uma maior aposta em áreas como a industrialização ou a construção em madeira, atendendo a que Portugal e Espanha estão hoje perante um cenário de transformação. Xavier Vilajoana fala da importância da presença de empresas portuguesas num evento que procura aproximar-se da referência europeia na fileira da construção

    Industrialização com forte presença num evento onde portugueses marcam pontos

    Novas técnicas construtivas, novos processos. A industrialização enquanto motor de uma construção mais sustentável teve um forte impacto na CONSTRUMAT deste ano, num evento onde as empresas portuguesas procuraram consolidar presença num mercado em crescimento

    Barómetro: Velux aponta medidas urgentes para melhorar qualidade de ar interior e iluminação natural

    A saúde e o conforto interior nos edifícios europeus estão seriamente comprometidos. Um em cada quatro europeus vive em edifícios onde a qualidade do ar interior é inferior às normas nacionais e mais de 30 milhões de cidadãos são afectados por viverem em espaços demasiado escuros, com um impacto negativo na saúde mental e física. O Barómetro de Edifícios Saudáveis, que a marca dinamarquesa de janelas promove desde 2015, coloca não apenas em evidência estes indicadores como aponta medidas emergentes para inverter tendência

    Hospital Oriental de Lisboa: Tribunal de Contas condiciona ‘visto’ à inclusão de ‘protecção sísmica’ no projecto de execução

    “Este TdC irá conceder o visto, mas com uma firme, incisiva e solene advertência à entidade fiscalizada que está obrigada, dando cumprimento ao princípio da boa administração e ao princípio da tutela do interesse financeiro do Estado, a incluir no projecto de execução da obra, também, a solução de sistema de isolamento de base”, lê-se na decisão que pode implicar revisão de projecto, revisão dos preços e atrasos que comprometem financiamento do PRR

    Governo quer estudos para a ‘terceira travessia’ concluídos até Março de 2026

    A terceira travessia do Tejo deve ser tendencialmente desenvolvida num modelo rodoferroviário, não obstante a necessidade de avaliar a inclusão da componente rodoviária na nova travessia, pesando as suas vantagens e desvantagens em termos ambientais, financeiros e de acessibilidade, equidade territorial e coerência, e procedendo-se para tal à atualização dos estudos já realizados pela Rede Ferroviária de Alta Velocidade

    Opinião
    Ricardo Batista
    Editorial: Quando queremos harmonia e temos barafunda

    “Do lado dos investidores, as medidas agora apresentadas são tão ou mais incompreensíveis quando o próprio Estado é proprietário de um vasto património que tão pouco pode ser aproveitado desde logo por serem conhecidas as dificuldades que a Direcção-Geral do Tesouro e Finanças tem em identificar a quantidade de imóveis sob sua responsabilidade”

    Ricardo Batista

    Director Editorial


    Navegue

    Sobre nós

    Grupo Workmedia

    Mantenha-se informado

    ©2024 CONSTRUIR. Todos os direitos reservados.