Museu de Siza e Castanheira em Shangai inaugurado a 21 de Novembro

Por a 12 de Novembro de 2020

Está agendada para o próximo dia 21 de Novembro a inauguração do novo Museu de Arte e Educação de Ningbo, no Leste da China, um trabalho conjunto dos arquitectos portugueses Álvaro Siza Vieira e Carlos Castanheira que, nos últimos anos, têm trabalhado em conjunto naquele território.

O novo Museu junta-se “Edifício sobre a Água”, escritórios de uma fábrica de químicos sobre um lago artificial em Huaian, e ao China Design Museum, obras que marcam um percurso de sucesso dos dois autores naquela região.

O trabalho dos arquitectos Álvaro Siza e Carlos Castanheira, na Ásia, iniciou-se com um Pavilhão na Coreia do Sul, em 2005. Desde então, a obra de ambos tem sido profícua neste continente, como aliás confirma a exposição “Orient Express – Viagem de Retorno”, patente na Fundação de Serralves desde finais de Janeiro de 2019 e que poderá ser visitada até 6 de Dezembro de 2020. De 2005 até hoje, Álvaro Siza e Carlos Castanheira são autores de vários edifícios na Coreia do Sul, China e em Taiwan.

O Museu de Arte e Educação é apontado pelos autores do projecto como sendo “um pequeno Museu que é enorme por dentro. Encostado à Colina levita do terreno e ondula na forma. Intriga de elegância e de mistério. Nada é óbvio neste pequeno edifício”. Segundo a descrição da obra, a entrada de público faz-se depois de contornamos o volume e de sermos obrigados a sentir uma compressão. Absorve-nos para depois nos libertar no imenso vazio a toda a altura, onde se serpenteia a rampa que permite o acesso a todos os pisos.

“Este exercício de compressão e de expansão é constante na visita. Esta diversidade de percurso e de interligação de espaço faz com que este pequeno edifício seja enorme no seu interior”, pode ler-se na descrição do projecto.

PUB

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *