Coporgest investe 6,2 M€ em projecto no Chiado

Por a 14 de Maio de 2020

A promotora imobiliária nacional Coporgest investiu 6,2 milhões de euros num novo empreendimento imobiliário localizado no coração do Chiado, em Lisboa. Trata-se do Ivens 30, um edifício histórico do século XIX, com sete pisos, um dos quais abaixo do solo, cujo interior foi totalmente demolido, mantendo-se apenas as fachadas principais que foram reabilitadas.

Com uma área bruta de construção de 1.695 metros quadrados, o edifício exclusivamente residencial inclui 3 apartamentos T3 e um T4 duplex, com áreas que variam entre os 182 e os 291 metros quadrados, estando todos os  apartamentos estão já vendidos.

O projecto de arquitectura esteve a cargo da equipa da Coporgest, liderada por Nuno Pais Ministro, e alguns pormenores saltam de imediato à vista naquela que é uma das mais desejadas zonas da cidade. É o caso dos espaços exteriores no piso 1, que possui um terraço de 77 metros quadrados com piscina privativa, ou ainda do terraço do apartamento duplex com vista sobre Lisboa e o Castelo de São Jorge.

Adicionalmente, existem ainda 7 lugares duplos de estacionamento, distribuídos por dois pisos de garagens (um dos quais enterrado) e 5 arrecadações.

“O Ivens 30 é a combinação perfeita entre o clássico e o moderno, numa zona excecional da cidade de Lisboa. Não exagero se disser que o empreendimento respira a elegância e a qualidade que são dois dos atributos que inspiram todos os nossos projetos”, afirma Sérgio Ferreira, CEO da Coporgest.

 E o responsável da promotora imobiliária com capital 100% nacional acrescenta: “Apesar do desafio sem precedentes colocado pela actual pandemia e da crise económica inevitável que se seguirá, continuamos a acreditar que os bons investimentos imobiliários se concretizam na aquisição de produtos únicos e distintos que garantem uma reserva de valor e um retorno duradouro”.

O imóvel foi adquirido para recuperação pela Coporgest em Outubro de 2015. A aprovação do projecto de arquitectura data de Fevereiro de 2017, tendo as obras, a cargo da construtora UDRA, arrancado em Maio do mesmo ano. O empreendimento ficou concluído em Dezembro último, tendo a licença de utilização sido emitida já no início deste ano.

PUB

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *