OASRN esclarece as novas oportunidades do Portugal 2020

Por a 28 de Julho de 2015

A Ordem dos Arquitectos da Secção Regional Norte deu a conhecer o novo quadro comunitário do Portugal 2020 para a arquitectura, após a aprovação do Conselho de Ministros dos instrumentos financeiros para as áreas de Reabilitação e Regeneração Urbana e Eficiência Energética.

A sessão de esclarecimento, que vai decorrer esta quinta-feira (dia 30), tem o objectivo de esclarecer as novas oportunidades que o novo quadro vem oferecer aos arquitectos. O vice-presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte (CCDRN), Carlos Neves, da técnica do I.P – Agência para a Competitividade e Inovação (IAPMEI), Sofia Fernandes e da presidente da OASRN, Cláudia da Costa Santos estarão presentes neste encontro, uma vez que esta será a primeira sessão de um conjunto de encontros que a OASRN está a organizar para Setembro.

Segundo o comunicado do Conselho de Ministros “os instrumentos financeiros aprovados permitem disponibilizar até 247 milhões de euros para a reabilitação urbana e 366 milhões de euros para a eficiência energética. Através do efeito de alavanca, resultante da articulação deste financiamento com fundos do Banco Europeu de Investimento (BEI) e da banca de retalho, proporcionam um volume de financiamento de cerca de três mil milhões de euros, até 2020, nas áreas da eficiência energética e reabilitação urbana”.

Ao longo da sessões de esclarecimento serão debatidas questões relativas aos programas do Portugal 2020 e Norte 2020, e com o quadro dos investimentos dos fundos comunitários, sendo uma das prioridades para a competitividade e para a internacionalização das empresas portuguesas.

Cláudia Costa Santos defende ser fundamental “fazer uma abordagem da arquitectura do ponto de vista económico, com análise dos desafios e debate das oportunidades que poderão auxiliar a ultrapassar contextos geográficos e económicos que moldam o presente e o futuro do exercício desta actividade”.

Está ainda prevista uma reunião em mesa redonda, de maneira a criar uma visão expansionista da arquitectura, que contará com a presença de José Amorim Faria, da SOPSEC – Sociedade de Prestação de Serviços de Engenharia Civil, S.A, Alexandre Coelho Lima, da Pitágoras – Arquitectura e Engenharia Integradas Lda, José Vale Machado da Central Arquitectos e Manuel Lopes, do “Casas em Movimento”.

Esta iniciativa é organizada pelo Pelouro de Projectos e Investimentos da OASRN, no âmbito do gabinete de Apoio ao Membro.

PUB

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *