Gloval passa a atribuir a certificação internacional WiredScore

Por a 9 de Junho de 2021

O grupo Gloval, que actua no nosso país através da Prime Yield, é a primeira empresa de avaliação imobiliária credenciada para atribuir a certificação WiredScore em Portugal e Espanha. Esta certificação qualifica a infraestrutura digital, conectividade e capacidade tecnológica de um edifício, atribuindo-lhe uma classificação que facilita o seu reconhecimento no mercado.

O selo WiredScore, que possui várias categorias, certifica ainda a capacidade de um activo em cumprir as necessidades tecnológicas e da conectividade dos seus utilizadores, além de avaliar a capacidade de adaptação do imóvel aos futuros avanços tecnológicos.

Para Roberto Rey, presidente e CEO da Gloval, “ser a primeira empresa de avaliação em Portugal e Espanha a poder acreditar edifícios com a certificação WiredScore posiciona-nos como uma empresa de vanguarda em matéria de inovação. Já foi possível confirmar que edifícios certificados com WiredScore praticam rendas consideravelmente mais elevadas do que edifícios semelhantes sem a certificação. Isso fará, naturalmente, com que os investidores apostem cada vez mais na conectividade dos seus edifícios”.

Na perspetiva de Nelson Rêgo, managing director da Prime Yield e responsável de desenvolvimento de negócio da Gloval nas áreas de avaliação e consultoria imobiliária para fundos de investimento, “o selo WiredScore está em processo de forte expansão internacional. No grupo Gloval posicionamo-nos como parceiros dos nossos clientes, oferecendo-lhes quer em Portugal quer em Espanha a possibilidade de obterem este tipo de certificações ligadas ao proptech e à inovação no imobiliário, e posicionando-os na dianteira do futuro da digitalização do sector”.

A certificação WiredScore foi criada em 2013 com o apoio de Michael Bloomberg, ex-Mayor de Nova Iorque, sendo uma iniciativa de vários líderes dos sectores imobiliário, tecnológico e das telecomunicações sob a premissa de que todos os edifícios deveriam estar mais bem conectados a médio e longo-prazo. Desde o início, já foram certificados mais de 55 milhões de m2 em 10 países, melhorando a conectividade em edifícios utilizados por mais de 6 milhões de pessoas.


Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *