Sector da construção de Espanha lidera o ranking de empregos no país

Por a 7 de Junho de 2021

Em Espanha, o sector de construção registou aumentos nos seus dados de membros pelo quarto mês consecutivo. O número de afiliados do sector no regime geral aumentou 1,6% em Maio, atingindo 899.695 de funcionários. É o que aponta o Barómetro do Observatório da Construção Industrial, com os dados mais recentes do Ministério da Inclusão, Previdência Social e Migração, a que o Observatorio Inmobiliario teve acesso.

A exemplo do que aconteceu no mês anterior, este sector lidera o ranking de geração de empregos de todas as actividades económicas espanholas, uma vez mais, já que nos últimos 12 meses somou cerca de 900 mil funcionários, 12,19% a mais do que em Maio do ano passado, em plena crise da Covid-19.

Por actividade económica, no regime geral, a construção civil apresenta o maior acréscimo de funcionários face a Abril (1,9%) e também o mais notável crescimento em termos homólogos (12,8%).

Já em relação ao regime de trabalho por conta própria, o quadro associativo é de 397.465 pessoas, apresentando assim um ligeiro aumento mensal (0,5%) e um acréscimo de 3,9% na comparação anual.

Refere ainda o Observatorio Inmobiliario que, tendo em conta os dados do emprego publicados esta quarta-feira pelo Ministério da Inclusão, Segurança Social e Migrações, os mais altos representantes das associações patronais e dos sindicatos da construção classificaram os dados de emprego no sector como “positivos”, lembrando que “esta tendência positiva espera-se que continue quando os planos dos Fundos Europeus da Próxima Geração forem aprovados, nos quais a construção desempenha um papel predominante.”


Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *