Savills desenvolve obra de reabilitação para a FS Capital

Por a 26 de Janeiro de 2021

Com uma área total de 3700 m2, o edifício de escritórios da FS Capital,  localizado na Avenida Duque de Loulé, nº 106, junto ao Marquês de Pombal, em Lisboa, foi reabilitado pelo departamento de arquitectura da Savills Portugal.

Datado de 1989, a reabilitação do edifício incidiu no “melhorando e modernizando as instalações, mantendo a imagem exterior”.  A Savills foi a responsável por todo o projecto de arquitectura e especialidades, tendo realizado uma melhoria sensível do interior de todos os pisos, das infraestruturas existentes (eletricidade, AVAC e sistemas de águas e esgotos). As fracções dos escritórios foram convertidas em espaços categoria A prontas a receber o espaço de trabalho e a imagem/marca dos novos inquilinos.

O lobby do edifício foi inteiramente remodelado e está marcado por uma instalação de iluminação de formas geométricas, criada especialmente para este edifício e pela utilização de materiais de revestimento contemporâneos.

“Este projecto é um exemplo claro do posicionamento da Savills no mercado na gestão de projectos em modelo chave-na-mão. O envolvimento em todas as fases do processo de reabilitação, desde o momento de definição da nova estratégia para o edifício, passando pelo projecto das várias especialidades até à coordenação  e execução dos trabalhos em obra, foi realizado numa estreita relação com o dono de obra e a equipa de gestão do edifício, optimizando a eficiência do edifício e a gestão com os futuros ocupantes.”, refere Bárbara Clemente, arquitecta e gestora deste projecto.

“As intervenções de reabilitação de edifícios pressupõem grandes desafios. Este edifício estava bastante datado e muito desvalorizado face ao seu potencial posicionamento no mercado. A sua modernização coincidiu com as mudanças constantes vividas ao longo dos últimos meses que representaram um desafio acrescido para todas as equipas intervenientes. A Savills desde cedo deu resposta às medidas de segurança necessárias, implementando Planos de Contingência e Mitigação para a Covid-19 em obra, afirmando-se como um exemplo de resiliência no mercado.”, afirmou João Gomes, arquitecto e coordenador de obra.


Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *