Philips, Heineken, Nouryon e Signify formam primeiro consórcio Pan-Europeu para futuro parque eólico

Por a 6 de Janeiro de 2021


A Schneider Electric apoiou a formação de um consórcio entre a Royal Philips, a Heineken, a Nouryon e a Signify, para a assinatura de um acordo Pan-Europeu de energia renovável que garante mais electricidade para a Europa. As quatro empresas partilham a mesma visão de continuar a reduzir as emissões de CO2 no âmbito do Acordo de Paris das Nações Unidas, bem como dos objectivos do Green Deal europeu.

PUB

As empresas uniram esforços para apoiar o desenvolvimento de 35 turbinas eólicas no município de Mutkalampi, na Finlândia, cuja conclusão está prevista para 2023. O PPA virtual cobre um volume de produção previsto de 330 GWh por ano, equivalente ao consumo de electricidade de 40.000 habitações. Em comparação com a produção média de electricidade europeia, esta electricidade renovável ajudará a evitar a emissão de mais de 230.000 toneladas de CO2 por ano.

O consórcio comprometeu-se a contratar a electricidade renovável do parque eólico, durante os primeiros 10 anos, através de um PPA Virtual. A electricidade será fornecida fisicamente à rede finlandesa, enquanto que os quatro sócios do consórcio beneficiam das Garantias de Origem. Isto proporciona uma estabilidade de receitas para o projecto renovável, garantindo ao mesmo tempo benefícios de energia renovável para os compradores corporativos.

Embora as empresas tenham, anteriormente, assinado um PPA para a electricidade renovável, esta é a primeira vez que um consórcio deste tipo forma um PPA virtual para impulsionar o aumento da electricidade renovável na Europa.

Através deste consórcio a Heineken vai obter electricidade renovável para 31 das suas operações de produção de cerveja na Europa, a Nouryon continuará os seus progressos na redução das emissões de CO2 em 25% até 2025, a Philips assegura o fornecimento de electricidade renovável para alimentar as suas operações europeias durante um período de 10 anos e a Signify solidifica a sua posição de liderança na utilização de electricidade 100% renovável e duplica o ritmo para alcançar o Acordo de Paris na sua cadeia de valor até 2025.

PUB

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *