Schneider Electric e Aramco colaboram em banco de ensaio de automação O-PAS

Por a 21 de Dezembro de 2020

A Schneider Electric e a Aramco, especialista na área da energia e químicos, anunciam a assinatura de um memorando de entendimento para colaborar na avaliação de tecnologias emergentes com base na norma Open Process Automation Standard (O-PAS). Os testes serão realizados num novo banco de ensaio construído especificamente para o efeito no Innovation and Research Center saudita da Schneider Electric, localizado no Dhahran Techno Valley (Arábia Saudita).

PUB

A nova instalação irá testar a interoperabilidade, a cibersegurança e as funcionalidades avançadas (como inteligência artificial e análises avançadas) de sistemas agnósticos quanto ao fornecedor em aplicações do mundo real. Será observada e avaliada a forma como as várias soluções tecnológicas da Schneider Electric funcionam em conjunto com as de outros fornecedores de automação, para que possam proporcionar todo o valor esperado da automação industrial de próxima geração.

No âmbito do acordo, a Schneider Electric e a Aramco definirão conjuntamente as áreas de colaboração técnica nas quais deverão avaliar e validar diversas tecnologias emergentes e respetivos benefícios, explorar as suas aplicações reais e desenvolver um protótipo de sistema.

Em última instância, as duas empresas vão criar em conjunto um piloto de teste de campo compatível com O-PAS que representará uma secção de uma fábrica da Aramco, com o objetivo de melhorar as suas capacidades de sustentabilidade, digitalização e excelência operacional.

Também se explorará a participação do âmbito académico, de fornecedores externos e de outros proprietários e operadores, de forma a melhorar o setor da automação no Médio Oriente.

A Schneider Electric conta com uma longa história de inovação e promoção da automação industrial aberta,” comentou Nathalie Marcotte, SVP & President, Process Automation da Schneider Electric. “Até agora, os sistemas legados serviram bem o seu propósito, mas é chegada a hora de acelerar a transformação digital da indústria, adoptando uma nova abordagem à automação industrial com tecnologias interoperáveis seguras. A Aramco e outros proprietários e operadores de todo o mundo procuram optimizar as suas despesas CAPEX e OPEX, e ao mesmo tempo como melhorar a sua eficiência operacional e pegadas de carbono. Normas como a O-PAS e a IEC 61499 vão assegurar que os sistemas sejam interoperáveis, portáteis, escaláveis, preparados para o futuro e intrinsecamente ciberseguros. As tecnologias de automação emergentes baseadas nestas normas prometem melhorar o tempo de atividade e a cibersegurança, acrescentar agilidade e permitir novos modelos operacionais a um custo total de propriedade muito reduzido.”

O novo banco de ensaio faz parte do compromisso contínuo da Schneider Electric de construir e desenvolver capacidades técnicas locais, trabalhando em conjunto com os seus clientes. Esta colaboração permitirá à Aramco melhorar as suas capacidade, conhecimento técnico e preparação digital para os modelos operacionais da Indústria 4.0, apoiados pela rede e experiência global da Schneider Electric.

PUB

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *