Imovirtual e Reatia lançam site dedicado à avaliação de imóveis

Por a 19 de Novembro de 2020

DR

O Imovirtual e a plataforma de imóveis Reatia acabam de colocar online o Imovalor.pt, um site criado para agilizar o processo de avaliação de imóveis. Para o efeito, os interessados apenas terão de cumprir alguns passos, identificando características como tipo de imóvel, condição, entre outras, e em apenas alguns segundos ficarão a conhecer qual o valor comercial da sua casa.

O Imovalor.pt alia a inteligência artificial da plataforma de metasearch desenvolvida pela Reatia à rede de consumidores e profissionais do mercado imobiliário presentes no Imovirtual para se tornar num verdadeiro facilitador de negócios no sector imobiliário. Numa fase em que a pandemia inviabiliza deslocações e o contacto pessoal, esta ferramenta ajuda a ter uma ideia aproximada do valor do imóvel em questão.

“Uma das nossas prioridades no último ano tem sido facultar aos nossos clientes , as condições necessárias para poderem acelerar os seus negócios e estamos seguros que esta será mais uma ferramenta bastante útil nesse sentido. Comprar e vender casas pode afigurar-se como um processo moroso, com alguns obstáculos perfeitamente identificados por quem trabalha no setor, e a fase de avaliação é sempre um desafio. Acreditamos que ter o consumidor mais esclarecido, com mais dados e informações, ajuda o consultor a ter um processo de venda mais rápido e claro”, explica Ricardo Feferbaum, head of real estate do Imovirtual.

Por seu turno, Hugo Venâncio, CEO e fundador da Reatia, destaca a inovação e fiabilidade da tecnologia: “Trata-se de uma ferramenta com características únicas no mercado português, não apenas pela rapidez e simplicidade que confere ao processo de avaliação como também pelo volume de informação que coloca à disposição dos utilizadores. É uma mais-valia inquestionável para todo o mercado e certamente irá acrescentar muito valor sobretudo a quem procura comprar ou vender a sua casa. Não tenho dúvidas que não demorará muito até se tornar num daqueles sites de visita obrigatória a quem estiver neste processo”.

PUB

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *