Opinião: “A hora é de investimento!”

Por a 22 de Outubro de 2020

Custodio Correia, presidente do conselho de administração da Socicorreia Créditos: Rui Duarte Silva)

O ano de 2020 começou com projetos ambiciosos e ainda mais desafiadores para o setor da construção civil em Portugal, e apesar da pandemia e do confinamento, e das consequentes limitações impostas, o setor não foi amplamente afetado, e estamos certos de que só nos resta um caminho: continuar a acreditar nos nossos projetos e nos nossos parceiros. A hora é de investimento! O setor teve, nos últimos anos, índices de crescimentos excelentes e não vemos razões para que se perca a confiança. A reação da sociedade perante esta pandemia tem sido exemplar e, por essa razão, cremos que os investidores criteriosos e exigentes que se deixaram cativar pelo investimento em Portugal, e que são os parceiros habituais do Grupo Socicorreia, vão continuar a fazê-lo no futuro. Alguns analistas de mercado sugerem que, a breve trecho, os segmentos destinados ao arrendamento, nomeadamente, o arrendamento de longa duração, poderão sentir um assinalável incremento. Por outro lado, assinala-se também o facto de que a legislação referente aos chamados “visto Gold” não sofrerá alteração tão cedo quanto tinha sido anunciado. Tudo isto sustenta a nossa convicção de que o investimento no mercado imobiliário português continuará a ser um investimento seguro e de que esta pandemia não passará de um “compasso de espera”, à qual se seguirão novas e excelentes oportunidades para o investimento criterioso e exigente. Todos aqueles que investiram com o Grupo Socicorreia durante a última grande crise global tiveram rentabilidades superiores às esperadas. A hora é de investir, pois juntos conseguiremos vencer este desafio.

Numa altura em que o PIB regista quedas históricas, dados recentes divulgados pelo Instituto Nacional de Estatística (INE) demostram que o investimento em construção registou um crescimento de 3,5%. Ainda de acordo com o Instituto, o licenciamento para construções novas apresentou uma variação positiva em relação ao mesmo período do ano anterior na Região Autónoma da Madeira, com aumento de 37,3%, e na Região Autónoma dos Açores, com aumento de 9,2%. Números justificados pela forma como ambas as regiões geriram a pandemia.

O Grupo Socicorreia tem um plano de investimentos para cumprir até final do ano. Desse plano fazem parte projetos para quatro cidades portuguesas, nomeadamente Funchal, Lisboa, Braga e Ponta Delgada. E os investimentos ascendem a mais de 100 milhões de euros e centram-se nas quatro referidas cidades. São nestas cidades que vão nascer uma dúzia de projetos da marca Edifício Século XXI e Varino, esta última em parceria com o grupo madeirense AFA. A estabilização do mercado até o final do ano é prevista, e as políticas públicas de incentivo e manutenção de postos de trabalho foram decisivas para assegurar o equilíbrio do negócio e do setor. O Grupo SOCICORREIA fechou 2019 com uma faturação de 45 milhões de euros, e prevemos ultrapassar os 50 milhões de euros este ano.

 

NOTA: O CONSTRUIR manteve a grafia original do artigo

PUB

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *