Sociedade gestora Norfin coloca escritórios no mercado

Por a 19 de Outubro de 2020

A sociedade gestora Norfin colocou os seu activos de escritórios  integrados nos fundos Beira e Ibéria no  mercado com a assessoria das consultoras JLL, Worx e Savills.

O empreendimento Verde Parque, integrado no fundo Beira, encontra-se a ser comercializado, em regime de co-exclusividade, pela JLL e Worx, que também estão a comercializar alguns dos activos do fundo Ibéria em conjunto com a Savills.

O Parque Verde, totalizando uma área total de 9.900 m² e localizado no Parque das Nações junto à Ponte Vasco da Gama, o empreendimento Verde Parque é dividido em dois blocos (A e B), um com 3.700 m² e outro com 6.300 m². Inclui, ainda, 254 lugares de estacionamento privativo, oferecendo jardins suspensos e usufruindo totalmente da luz. Os edifícios apresentam três pisos, sendo o piso 0 ocupado por um supermercado. Ambos os imóveis serão alvo de obras de remodelação dos seus interiores, estando agora disponíveis tanto para venda como para arrendamento.

Por seu lado, os activos integrados no fundo Ibéria, nomeadamente o edifício General Firmino Miguel, que se encontra inserido no complexo de edifícios Greenpark, assim como os edifícios Tagus Park – Lote 5, Amadeu Sousa Cardoso e Hexágonos, totalizam cerca de 21.552 m² distribuídos entre as zonas 3, 5 e 6 da capital portuguesa.

No centro da cidade, junto ao Eixo Norte-Sul e próximo de Sete Rios, encontra-se o edifício GreenPark, que disponibiliza um total de 2.406 m² em regime de arrendamento, divididos em duas fracções com entrada independente e com acesso directo a uma zona exterior ajardinada, espaços que serão alvo de uma remodelação geral. A comercialização é um co-exclusivo JLL, Savills e Worx.

Rumando ao Corredor Oeste, o Tagus Park – Lote 5 integra um dos maiores parques de ciência e tecnologia do país, em Porto Salvo, contando com três pisos e 2.806 m² destinados a escritórios. Contém também um piso em cave com 61 lugares de estacionamento privativo e um logradouro exterior com capacidade para 74 lugares. Disponível para venda ou arrendamento, este edifício será alvo de obras de remodelação ao nível da fachada e de arranjos exteriores e revisões das especialidades nas zonas comuns.

No mesmo eixo, mas em Miraflores, o edifício Amadeu Sousa Cardoso é composto por 13 pisos acima do solo e estacionamento privativo em cave, tendo disponíveis para arrendamento 1.305 m² de escritórios distribuídos em frações em open space que serão alvo de obras de remodelação. Na mesma localidade, está também o edifício Hexágonos, que disponibiliza uma área total de 785 m² distribuídos por três pisos, que podem ser ocupados em regime de venda ou arrendamento. Estes três imóveis são dinamizados comercialmente pela JLL e pela Savills.

PUB

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *