Prémio Nacional de Reabilitação Urbana 2020 com 76 projectos em escrutínio

Por a 16 de Setembro de 2020

Concorrem à edição de 2020 um total de 76 projectos de requalificação urbana de norte a sul do país, incluindo Ilhas, estando representados na corrida um total de 18 concelhos. A habitação é a categoria com maior número de projectos a concurso (51%), seguindo-se o turismo (26%), impacto social (18%) e comércio & serviços (4%). Ao longo das suas oito edições, entre 2013 e 2020, o Prémio Nacional de Reabilitação Urbana já recebeu cerca de 520 projectos candidatos.

À semelhança do que é habitual, serão distinguidas as melhores intervenções em 10 categorias: Cidade de Lisboa, Cidade do Porto, Impacto Social, Habitação, Turismo, Comércio & Serviços, Eficiência Energética, Reabilitação Estrutural, Restauro e Intervenção inferior a 1.000 m2..
À excepção do prémio para o projecto com melhor eficiência energética, que é atribuído pela ADENE, os restantes vencedores são eleitos pelo júri constituído por cinco personalidades das áreas da Economia, Imobiliário, Arquitectura, Engenharia e Património. Integram o painel de jurados da edição de 2020, o economista João Duque, os arquitectos João Santa-Rita e João Carlos Santos, bem como os engenheiros Manuel Reis Campos e Vasco Peixoto de Freitas.

A cerimónia de atribuição dos prémios será conduzida por Bárbara Guimarães, com transmissão online a partir do edifício dos Paços do Concelho da Câmara Municipal do Porto, a cidade anfitriã da actual edição. Poderá assistir à transmissão no site do Prémio Nacional de Reabilitação Urbana (https://premio.vidaimobiliaria.com).

Criado para reconhecer a excelência e boas práticas na reabilitação urbana, o Prémio Nacional de Reabilitação Urbana assinala este ano a sua 8ª edição, premiando ao longo das suas anteriores edições 61 vencedores em Lisboa, Porto, Cascais, Guimarães, Oeiras, Coimbra, Braga, Sintra, Matosinhos, Évora, Melgaço, Carvoeiro, Arouca e Marco de Canaveses.

Coorganizado pela Vida Imobiliária e a pela Promevi, o Prémio Nacional de Reabilitação Urbana conta com o Alto Patrocínio do Governo de Portugal. Esta é uma iniciativa à qual a SECIL se associa de forma ampla e que reúne um vasto apoio do setor empresarial, institucional e da sociedade civil. Conta com os apoios da Schmitt+Sohn Elevadores, Savills e Victoria Seguros na categoria platina; e da Revigres e Sanitana na categoria ouro. Na fileira institucional, a ADENE, o IMPIC, CPCI, Ordem dos Arquitectos, Ordem dos Engenheiros, União das Misericórdias Portuguesas, ALP, APPII, Ordem dos Engenheiros Técnicos, GECoRPA – Grémio do Património e a Associação da Hotelaria de Portugal são as entidades que apoiam o Prémio Nacional de Reabilitação Urbana.

PUB

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *