MELOM investe em sistema de desinfecção e assegura continuidade da operação

Por a 5 de Maio de 2020

Como forma de garantir a continuidade das obras em curso e novos projectos, no contexto actual, a empresa de remodelação de imóveis MELOM tem vindo a adoptar medidas que visam reforçar a segurança dos trabalhadores e clientes. A desinfecção do local da obra, através de um sistema certificado, foi uma das medidas adoptadas pelas cerca de 200 unidades que compõem a rede especializada em obras, distribuídas de Norte a Sul do País.

PUB

Além do equipamento de protecção já utilizado, frequentemente, pelos trabalhadores da MELOM, como óculos de protecção, luvas e máscaras, as equipas no terreno introduziram o processo de desinfecção do local, após realização da obra, que veio reforçar as medidas já adoptadas desde o início da pandemia.

Transporte de menos trabalhadores por maior número de veículos e desinfecção diária das viaturas partilhadas, utilização de protectores descartáveis para sapatos, redução do pessoal em obra, ao estritamente necessário, e instruções claras de isolamento social (obra-casa/casa-obra), são algumas das medidas implementadas pelas equipas.

De acordo com a João Carvalho, director-geral da MELOM, “a gestão da operação tem corrido de forma muito serena, existindo de parte a parte, franchisados MELOM e respectivos clientes, a compreensão mútua de que a prioridade máxima é a segurança e saúde de todos”.

Dentro daquilo a que designa como “uma nova normalidade”, em particular nas obras de construção, foi necessário fazer “os devidos ajustes nas equipas de trabalho e condições de higiene e segurança” ou, em alguns casos, adiar as obras quando os clientes se encontravam também eles em casa.

“Em todo o caso, os nossos esforços foram desde cedo no sentido de assegurar a continuidade dos projectos e, embora com algumas condicionantes externas, como disponibilidade de determinados materiais, toda a rede MELOM tem trabalhado para continuar a prestar um serviço com a qualidade pela qual somos reconhecidos”, reforçou João Carvalho.

No caso de novos pedidos de obra, e com o objectivo de excluir ao máximo a necessidade de visita para efeitos de orçamentação, a MELOM criou um novo serviço de aconselhamento e orçamentação por videochamada.

 

PUB

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *