Primeiro escritório Passive House com balanço energético anual positivo

Por a 17 de Abril de 2020

O primeiro escritório Passive House, localizado em Ílhavo e desenvolvido pela Homegrid, concluiu o primeiro ano de recolha de dados da monitorização que começou a 20 de Fevereiro de 2019, com balanço energético positivo, anunciou a Associação Passivhaus.

PUB

A Associação transformou o seu próprio escritório numa Passive House e desde então tem estado a monitorizar o seu comportamento. O objectivo seria produzir mais energia do que aquela que gasta o que parece ter sido alcançado. “O nZEBoffice+ produziu mais energia do que aquela que consumiu, com apenas 4 painéis fotovoltaicos, garantindo níveis exemplares de conforto e bem-estar”, refere a Passivhaus. Ou seja, “a geração de energia (electricidade) foi de 1641 kWh em contraponto com o  consumo total de energia que foi de 1511 kWh, ou 30 kWh/m²a”.

Também ao nível da temperatura, o nZEBoffice+ manteve valores e conforto acima da média, com “uma temperatura interior media durante o período de aquecimento de 21°C e durante do período de arrefecimento de 25°C”.

No balanço anual da Passive House é referido, ainda, que a humidade relativa interior media durante o período de aquecimento foi de 57% e durante do período de arrefecimento foi de 55°C, assim como a concentração media de CO2 foi inferior a 600 ppm, durante os períodos com ocupação.

PUB

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *