Adjudicação do Hospital Central do Alentejo até final do 1º semestre

Por a 20 de Janeiro de 2020


Das oito empresas que manifestaram interesse na construção do novo Hospital Central do Alentejo, em Évora, apenas uma cumpriu todos os requisitos exigidos no concurso público lançado a 14 de Agosto de 2019. “O relatório preliminar da fase de qualificação identifica uma empresa, a Acciona, como a única que cumpriu todos os requisitos exigidos no concurso”, revelou à agência Lusa o presidente da Administração Regional de Saúde (ARS) do Alentejo, José Robalo.

PUB

O relatório preliminar, elaborado após uma reunião de Júri foi enviado às empresas concorrentes que agora têm cinco dias úteis para se pronunciarem. Após a fase de auscultação das empresas o júri voltará a reunir-se para produzir o relatório final e, a escolha da empresa final. A decisão final será avaliada pelo Tribunal de Contas e “se tudo correr dentro da normalidade, provavelmente o processo de adjudicação poderá ser feito antes do final do primeiro semestre deste ano”, sublinhou José Robalo.

Avaliado em 180 milhões de euros, com financiamento de 40 milhões de euros através de fundos europeus, o Hospital Central do Alentejo irá ocupar uma área de 1,9 hectares e terá uma lotação de 351 a 487 camas. A futura unidade hospitalar, há muito aguardada, têm uma área de influência de primeira linha que abrange 200 mil pessoas, e, numa segunda linha, mais de 500 mil pessoas.

PUB

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *