Future Architecture Platform: Call até 6 de Janeiro de 2020

Por a 5 de Dezembro de 2019

Quer trazer uma nova perspectiva sobre a arquitectura para cima da mesa, através de uma exposição, conferência ou workshop? A rede de museus e festivais membros da Future Architecture Platform está à procura de propostas que possam integrar o programa europeu de arquitectura 2020 em cidades tão diversas como Basileia, Kiev, Liubliana, Praga, Vilnius, Barcelona, Belgrado, Copenhaga, Talin, Rijeka, Roma, Prishtina, Tirana, Oslo, Graz ou Lisboa. O open call teve início a 18 de Novembro e estende-se até 6 de Janeiro de 2020.

Este open call é uma chamada de projectos que abordam diversas vertentes, entre as quais protótipos e sistemas sobre mudanças sistémicas, casos específicos de locais através de projectos originais personalizados para determinados contextos e tarefas, projectos transversais e multidicisplinares que apostam em novos processos e metodologias bem como novas narrativas de autor escritas para quem explora os mundos, paisagens e realidades onde estão patentes práticas emergentes que moldam ambientes urbanos futuros.

O call está aberto a arquitectos. arquitectos paisagistas, urbanistas, designers, engenheiros, artistas, curadores ou mesmo pessoas envolvidas na disseminação da cultura arquitectónica.

As candidaturas vão ser avaliadas por um júri composto por antigos alunos da Plataforma e pelo público, através de uma votação online. Com o objectivo de fortalecer o intercâmbio de experiencia e fomentar o networking, os seleccionados irão participar num seminário de pitching dos membros  – Matchmaking Conference  – que se realiza em Liubliana, na Eslovénia, nos dias 12 e 13 de Fevereiro, que se expande com uma feira com apresentações de projectos de arquitectura, exposições e visitas guiadas ao Museu de Arquitectura de Liubliana.

Em Portugal, a Future Architecture tem como membros a Fundação Calouste Gulbenkian e a Trienal da Arquitectura de Lisboa, tendo esta última desde 2015 acolhido três conteúdos: uma exposição intitulada Os Limites da Paisagem (Trienal 2016), uma conferência de arquitectura (Distância Critica, 2017), um conjunto de cinco actividades pedagógicas para famílias, jovens e adultos (Trienal 2019) que somam treze participantes das mais variadas nacionalidades.

PUB

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *