KW transforma estrutura de gestão para reforçar a componente tecnológica

Por a 26 de Novembro de 2019

Nuno Ascensão e Eduardo Garcia e Costa

O reforço das ferramentas tecnológicas para apoio aos seus associados é a prioridade de desenvolvimento de negócio para a KW e é dessa forma que nos próximos anos a empresa pretende atingir a liderança, da mediação imobiliária em Portugal.

Face a este novo desígnio, os dois sócios fundadores decidiram alterar o modelo de gestão. Desta forma, Eduardo Garcia e Costa assume o cargo de Presidente dedicando-se aquele que é o foco da empresa, a vertente tecnológica, e Nuno Ascensão assume o cargo de CEO com o objectivo claro de fazer materializar a visão 50-10-5: 50 Market Centers, com 10.000 Consultores, em cinco anos.

“O mundo do imobiliário está a mudar. A mudança deve-se ao facto de hoje em dia ser a tecnologia quem potencia as relações entre clientes e empresas, alterando os modelos de negócio e, por consequência, determinando aqueles que sucedem e aqueles que caem por terra”, afirma Eduardo Garcia e Costa, presidente da KW em Portugal.

A tecnologia da KW é desenvolvida nos EUA pelos melhores engenheiros informáticos, implica um investimento de mil milhões de dólares. Nos EUA, a Redfin, a Zillow e a KW serão os players mais relevantes num futuro próximo. Estar neste grupo nos EUA, permite à KW estar numa posição privilegiada em Portugal.

“Queremos ser novamente um case study a nível mundial”, refere Eduardo Garcia e Costa. E acrescenta, “A KW vai criar um novo modelo de negócio vencedor na Mediação Imobiliária em Portugal, depois da era das redes de franchising”.

Nuno Ascensão, CEO da KW Portugal, refere “O crescimento da KW decorre daquilo que somos capazes de adicionar ao crescimento de cada um dos nossos associados. O nosso compromisso continua a ser em primeiro lugar, com o consultor imobiliário, na protecção da sua centralidade no momento da troca de casa e com a cultura da empresa. Tudo o resto se segue naturalmente”.

Lançada em Portugal em Setembro de 2014, a Keller Williams tem como visão para os próximos cinco anos atingir os 50 Market Centers onde desenvolverão as suas carreiras 10.000 consultores imobiliários. Fundada em 1983, por Gary Keller e Joe Williams, a Keller Williams cultiva uma cultura centrada no consultor, movida pela tecnologia e baseada na educação, que recompensa os consultores como stakeholders. Em 2015, a KW começou o seu processo de evolução para se afirmar como empresa tecnológica, através da construção da plataforma imobiliária preferida pelos clientes dos consultores.

PUB

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *