O novo projecto de Aires Mateus em França, a nova Expo que vai nascer entre Lisboa e Oeiras e o investimento da Lifestyle & Leisure no Porto na edição 394

Por a 26 de Julho de 2019

Aires Mateus garantem
novo projecto em França

Arquitectos portugueses foram os escolhidos para requalificar um edifício com séculos de história. É o seu terceiro “projecto francês” na área dos equipamentos culturais depois do Centro de Criação Contemporânea de Tour e do Museu dos Agostinhos, em Toulouse

300M€ para criar “nova Expo” entre Lisboa e Oeiras

Investigadores desenvolvem aerogel para isolamento
O departamento de Engenharia Química, a Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra e a Active Aerogels desenvolveu um novo isolante térmico feito a partir de aerogéis de sílica puros

Lifestyle & Leisure promove primeiro projecto no Porto
O palacete da Rua de Cedofeita, no Porto, vai ser reabilitado e transformado em condomínio de luxo. O projecto é do arquitecto Duarte
Morais e já se encontra em fase de comercialização

Dossier: Municípios
O trabalho que tem vindo a ser desenvolvido, no sentido de tirar partido da conectividade e da Internet, está a tornar o País um exemplo de sucesso a nível internacional. As smart cities resultam da profunda transformação digital e as cidades, as vilas, as autarquias estão cada vez mais a tirar partido desta transformação

TdC dá “luz verde” à construção de túnel na Baixa
Já podem definitivamente avançar duas obras municipais encaradas como “de grande importância para a cidade”. Tanto a construção do túnel que vai ligar a Rua de Ateneu Comercial do Porto e a Rua de Alexandre Braga, e que servirá também o restaurado Mercado do
Bolhão, como a empreitada do Terminal Intermodal de Campanhã receberam os vistos

Escolhidos os candidatos à representação portuguesa em Veneza
Célia Gomes, DepA, Eliana Sousa Santos, Luís Santiago Baptista e pontoatelier. Os curadores convidados podem agora apresentar candidatura em nome individual ou enquanto parte de uma equipa curatorial (grupo informal), o que deverá acontecer até ao
próximo dia 10 de Setembro

Proposta de Kengo Kuma e Vladimir Djurovic escolhida para o ‘novo’ jardim da Gulbenkian
A proposta vencedora destacou-se por propor “uma intervenção marcadamente contemporânea”. Além de intervir nos jardins, o projecto vai criar uma nova acessibilidade para o edifício da Colecção Moderna que irá também crescer mais 700 m2. A obra, com um montante previsto
de 10 M€, deverá ficar concluído em 2021

ACEDA AQUI À VERSÃO DIGITAL DA EDIÇÃO IMPRESSA DO CONSTRUIR

Se já é subscritor do CONSTRUIR entre no site com o seu Login de assinante, dirija-se à secção PLUS – Edição Digital e escolha a edição que deseja ler

PUB

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *