Álvaro Siza revisita o projecto SAAL para o Bairro de S. Victor

Por a 21 de Abril de 2019


No mês em que se assinalam os 45 anos do 25 de Abril, a Faculdade de Arquitectura da Universidade do Porto (FAUP) lança o segundo volume da sua colecção sobre o Serviço de Apoio Ambulatório Local (SAAL), em vigor entre 1974 e 1976. Com o objectivo de documentar, estudar e divulgar um conjunto diversificado de processos, projectos e bairros, a colecção pretende contribuir não só para um conhecimento mais completo da arquitectura portuguesa do pós-25 de Abril de 1974, como também para a discussão sobre a construção da cidade contemporânea. O segundo volume é dedicado ao projecto de S. Victor, dirigido pelo arquitecto Álvaro Siza, e é apresentado a 23 de Abril, às 18h30, na FAUP, numa sessão que conta com uma conferência do arquitecto Álvaro Siza e intervenções dos arquitectos Alexandre Alves Costa, Carlos Machado e Sergio Fernandez.

O projecto editorial ‘Cidade Participada: Arquitectura e Democracia – Operações SAAL’, é desenvolvido no seio do grupo de investigação Arquitectura: Teoria Projecto História do Centro de Estudos de Arquitectura e Urbanismo (CEAU) da FAUP. Cada volume é circunscrito a uma operação ou a um grupo de operações SAAL, de acordo com a área geográfica em estudo, e é coordenado por uma equipa de investigadores, reunida especificamente para cada caso.

O segundo livro da colecção, coordenado pelos arquitectos Ana Alves Costa, Ana Catarina Costa e Sergio Fernandez, é dedicado à operação SAAL realizada na zona de S. Victor, no Porto. O projecto de S. Victor foi dirigido pelo arquitecto Álvaro Siza e numa primeira fase, também, pelo arquitecto Domingos Tavares; nela participaram também os arquitectos Francisco Guedes, Eduardo Souto de Moura, Manuela Sambade, Adalberto Dias, Paula Cabral e Graça Nieto Guimarães.

A operação de S. Victor reveste-se de especial importância, sobretudo pelo ensaio e desenvolvimento de uma metodologia de intervenção que permitisse atender a um contexto muito. O livro reúne documentos nunca publicados em Portugal que permitem reconstituir o processo e o projecto, assim como reflexões de vários autores, que, escritas em vários tempos, propõem uma síntese, permitindo uma leitura contemporânea sobre aquela operação.

A abertura da sessão estará a cargo do director da FAUP, o arquitecto João Pedro Xavier, e contará com o contributo do arquitecto Alexandre Alves Costa que proferirá algumas notas sobre o processo SAAL. A apresentação da colecção será feita pelo arquitecto Carlos Machado e a apresentação do livro pelo arquitecto Sergio Fernandez.

PUB

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *