Experimentadesign inaugura novo espaço no Príncipe Real

Por a 14 de Dezembro de 2017

 

© Gonçalo Villaverde

A experimentadesign tem um novo projecto, trata-se da Lisbon Gallery, uma nova galeria de design e arquitectura, que nasceu no Príncipe Real, em Lisboa.

O espaço, que ocupa o piso térreo do Palácio do Príncipe Real, construído no início do século XIX, inaugurou com peças contemporâneas que possuem uma forte componente de investigação e inovação, criadas por alguns dos protagonistas nacionais e internacionais mais relevantes do design e da arquitectura, incluindo: Amanda Levete, o Estudio Campana, Claudia Moreira Salles, Fernando Brízio, Michael Anastassiades, Miguel Vieira Baptista e Naoto Fukasawa.

Segundo a experimentadesign, este espaço tem como objectivo “potenciar o desenvolvimento nas áreas do design e da arquitectura, juntamente com a produção de peças verdadeiramente contemporâneas, a Lisbon Gallery apresenta-se como uma estrutura que proporciona aos seus criadores as condições ideias para a exploração de novas ideias e a execução de novos projectos”.

Em nota de imprensa enviada ao CONSTRUIR, a mesma fonte salienta que a actividade da galeria “é fortemente baseada na ligação entre o design e a arquitectura com técnicas artesanais e de indústria, com um foco especial para a exploração de diferentes tipos de materiais e as novas tecnologias que existem para os manipular e transformar”.

“Como espaço promovido pela experimentadesign, enfatiza também a ligação do design e da arquitectura com a cultura, procurando através das suas peças criar um diálogo sobre o papel destas disciplinas como ferramentas de transformação cultural”.

De salientar que, a galeria comercializa uma selecção cuidada de trabalhos criados pelos designers e arquitectos que representa, que por sua vez “são também um reflexo da sua perspectiva e prática curatorial”. “É também uma galeria que existe e respira para além do seu espaço físico, desenvolvendo a sua actividade através de uma abordagem verdadeiramente inovadora, baseada nos princípios da investigação, qualidade, beleza e originalidade”, conclui.

PUB

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *