Schneider Electric lança nova gama de invólucros Prisma

Por a 21 de Fevereiro de 2017

353588-prisma-plusA Schneider Electric anunciou o lançamento da nova gama de invólucros Prisma, que integra uma nova versão com 36 módulos verticais no Prisma G (1980 milímetros de altura) para projectos de quadros eléctricos, principais, ou de distribuição até 630 A.

Segundo o comunicado de imprensa do grupo, as celas Prisma P tornam os projectos de quadros gerais de baixa tensão “mais eficientes, satisfazendo as necessidades das instalações eléctricas até 4 mil A”. Com este novo sistema, “é possível melhorar o projecto do quadro eléctrico para edifícios terciários ou industriais de baixa tensão e obter elevados desempenhos eléctricos e mecânicos,testados de acordo com a norma IEC 60068-3-3, garantindo o seu bom funcionamento, mesmo em situações de terramoto ou em condições adversas de outra natureza”.

“A evolução desta gama está totalmente em linha com a nossa política de sustentabilidade energética”, declarou Pedro Neves, explicando que, com estes sistemas, o grupo pretende “apresentar uma solução simples e compelta de quadros eléctricos, com custos de instalação reduzidos e uma baixa pegada de carbono”.

De acordo com o responsável da multinacional francesa, “a par desta preocupação está a procura constante por desempenhos de excelência e com elevada durabilidade dos produtos e soluções”.

O Prisma G, incluído agora na gama Prisma, caracteriza-se pela sua compatibilidade com “diferentes gerações de produtos Prisma” e pelo facto de possuir “novas extensões de invólucros que simplificam a combinação de dois invólucros com 600 milímetros de largura”. Paralelamente, esta nova gama possui platinas com batentes para pré-posicionar as unidades funcionais.

Por outro lado, no sistema Prisma P foram redesenhados os suportes de barramento para facilitar a ligação com barramentos Linergy Evolution – que, por sua vez, optimizam a instalação vertical. Segundo a Schneider Electric, a linha possui também novas ligações pré-fabricadas Linergy Evolution para disjuntores Masterpact, “pensados para uma consistência completa com barramentos”. Comum a toda a gama “surge um novo punho que confere ao sistema um novo design”.

Por sua vez, os quadros eléctricos são configurados por função e por área, “tornando a instalação mais sólida e facilitando, desta forma, o projecto, a instalação, a operação e as respectivas actualizações”. Segundo o grupo, a nova oferta Prisma facilita a integração de equipamentos de comando, controlo e comunicação nos quadros eléctricos de baixa tensão.

A gama assegura ainda “uma maior qualidade e disponibilidade de energia, de segurança e desempenho, pretendendo ainda facilitar a integração inteligente da instalação eléctrica, graças às soluções de ligação e distribuição Linergy”.

PUB

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *