Câmara de Lisboa propõe verba anual de um milhão para bairros de intervenção prioritária

Por a 18 de Junho de 2010

A Câmara de Lisboa quer investir, no âmbito do futuro Plano Director Municipal, uma verba anual de um milhão de euros nas intervenções nas 50 bairros “bip-zip”, definidos como zonas de intervenção prioritária no programa local de habitação.

PUB

Segundo um comunicado do gabinete da vereadora da Habitação, Helena Roseta, que reitera o que a arquitecta havia já dito ao suplemento ReConstruir, esta verba, já proposta às juntas de freguesia, será atribuída numa metodologia de orçamento participativo, em que são os próprios munícipes a sugerir projectos para aplicação do dinheiro.

Para a identificação das zonas “bip-zip” foi feito um levantamento das carências sociais e urbanísticas da cidade e das prestações sociais (rendimento social de inserção, subsídio de desemprego e complemento solidário de idosos) atribuídas em 2009 em cada freguesia.

Este trabalho permitiu concluir que a Ameixoeira, Santa Justa e Socorro são as freguesias com os valores mais altos destas prestações (entre 21 a 28% da sua população recebe estes apoios), seguidas do Beato, Charneca, Marvila e São Miguel, onde 15 a 20% dos moradores são beneficiários.

O levantamento será agora introduzido no plano director municipal para integrar estes bairros, que “constituem a fractura sócio-territorial da cidade”, nas prioridades do plano director municipal.

“A metodologia de intervenção deverá basear-se em métodos participativos, com papel relevante para as juntas de freguesia e moradores”, refere o gabinete de Helena Roseta.

PUB

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *