Mercado imobiliário nacional revela dinamismo

Por a 11 de Outubro de 2007

A consultora imobiliária Jones Lang LaSalle revelou o "Relatório do Mercado Imobiliário Português do primeiro semestre de 2007", que revelou uma vitalidade renovada no sector, tendo em conta a performance na área de escritórios, retalho e investimento.O segmento de escritórios foi, segundo o relatório, o que mais contribuiu para a boa performance deste mercado, sendo que registou uma absorção de espaços na ordem dos 109.700 metros quadrados. Continua-se a verificar prudência nesta área, visto que foram concluídos apenas 39.601 metros quadrados de novos escritórios, estimando-se que a Área Bruta Locável (ABL), não venha a ultrapassar os 150 mil metros quadrados.

O retalho continua a apresentar-se com elevado dinamismo, não evidenciando sinais de saturação. Actualmente o stock de retalho em Portugal ascende aos 2.7 milhões de metros quadrados e 142 empreendimentos comerciais, confirmando-se o interesse do mercado.

Em termos de investimento, o mercado continua a manter-se atractivo para os investidores nacionais e internacionais, sendo que uma das principais notas de destaque é a falta de produto de qualidade capaz de responder às exigências da procura, resultando numa maior contracção das taxas yield e na sua crescente aproximação aos mercados europeus.

PUB

Deixe aqui o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *