Água domina arquitectura da Expo 2008

Por a 9 de Fevereiro de 2007

Tendo a água como tema dominante, muitos são os arquitectos a participar na Exposição Internacional Expo’2008 em Saragoça. Desde os pavilhões dos vários países, aos edifícios temáticos, praças e jardins, a exposição contará com edifícios assinados por profissionais dos quatro cantos do mundo

A próxima exposição internacional, Expo’2008, irá decorrer em Saragoça, Espanha, e terá como tema dominante “A água e o seu desenvolvimento sustentável”. Ocupando uma área de 145 hectares, o tema da exposição vai estar patente na arquitectura da mesma, e nesse sentido estará dividido em três sub-temas, nomeadamente, “A água, recurso único”, que terá lugar no Pavilhão da Ponte, uma obra com a assinatura da iraniana Zaha Hadid; “Água para a vida” e “As paisagens da água”. Para além do Pavilhão da Ponte, estes sub-temas serão abordados em exposições temáticas que terão lugar em mais dois pavilhões, a Torre da Água, uma obra assinada por Enrique de Teresa, e no Aquário Fluvial adjudicado à empresa Coutant Acuariums e dirigida por Philippe da Caze. Para além dos diversos pavilhões, o evento contará ainda com praças temáticas, espaços verdes, praias fluviais, zonas termais, jardins botânicos e um aquário fluvial, estando o projecto da urbanização da frente fluvial a cargo do atelier Battle i Rog arquitectos. Ainda no âmbito da exposição internacional, está previsto a recuperação das ribeiras do rio, a construção de miradouros, um campo de golfe, uma piscina pública e vários hotéis.

PUB