Espaços públicos podem ser reabilitados sem custos (rectificada)

Por a 11 de Janeiro de 2007

Os espaços públicos que estão mal aproveitados ou abandonados vão poder vir a ser requalificados sem custos para as autarquias e organismos públicos que detêm essas áreas. A agência CenárioUrbano está a desenvolver para algumas autarquias projectos e soluções que visam requalificar espaços públicos abandonados a custo zero.

O conceito para reabilitar os espaços urbanos está à responsabilidade de três jovens do CenárioUrbano, que tentam encontrar soluções arquitectónicas para os locais e transmitindo a imagem de marca que patrocina essas intervenções.

As intervenções nas zonas públicas não vão ter custos para as autarquias porque o plano do CenárioUrbano é procurar financiamento junto de empresas que pretendem diferenciar a sua imagem de marca. Neste momento a agência está à procura de marcas líderes no mercado português que “tenham visão para investir numa nova e diferente maneira de comunicar”, explicou Miguel Castro, arquitecto da CenárioUrbano.

A agência considera que os espaços que necessitam de reabilitação com maior urgência são os que estão desprovidos de qualquer utilidade pública. Miguel Castro, referiu ao Construir a titulo de exemplo “a esquina da Avenida Lusíada com a Avenida dos Combatentes”, onde a existe um terreno que tem uma situação de estacionamento desordenado e que segundo o arquitecto, poderia “converter-se numa zona de estacionamento de qualidade”

Até ao momento, o projecto concebido pela CenárioUrbano já foi apresentado a dez autarquias (Lisboa, Porto, Aveiro, Faro, Gaia, Cascais, Oeiras, Amadora, Sesimbra e Almada).

PUB