Focus Group projecta novo estádio do Varzim

Por a 3 de Novembro de 2006

Focus Group projecta novo estádio do Varzim

O Varzim Sport Club ficará dotado, até 2009, de um novo estádio, centro de estágio e formação. O complexo orçado em 17,5 milhões de euros ficará localizado no Parque da Cidade e pretende ser um marco na paisagem e na identidade do clube

O Varzim Sport Club vai dispor até 2009 de um novo Estádio e Centro de Estágio e Formação, num investimento de 17,5 milhões de euros, a construir pela DDC–Dico Dulimar, Sociedade Internacional de Construções. O complexo foi projectado pela An – Arquitectos, Engicraft, Marobal, Land Design e Eye Design, empresas que integram o Focus Group.

O novo estádio, situado no Parque da Cidade, estará dotado de três bancadas totalmente cobertas (duas laterais e uma de topo), com capacidade para dez mil lugares sentados. As novas instalações permitirão a realização de jogos de futebol de nível nacional e/ou internacional como também a organização de eventos de grande dimensão ao ar livre. O novo complexo desportivo será também constituído por um centro de formação de atletas e um centro de estágio e formação.

Conceito representativo

O estádio define-se como um edifício horizontal com uma proporção próxima do terreno. Esta ligação entre o estádio e o terreno é ainda maior quando o terreno sobe, «agarra» o estádio e «espreita» para o seu interior, segundo a descrição do projecto. Trata-se de um estádio aberto ao exterior para que este lhe sirva de cenário mas que também poderá ser visitado de forma mais informal fora dos momentos de jogo. O complexo é constituído por três bancadas, sendo a quarta face aberta e acessível pelo parque através de rampas que acedem a uma galeria. A opção de três bancadas permite uma maior envolvência do campo, sem que esta seja excessiva para a proporção geral do estádio.

O estádio deverá assumir-se como uma imagem representativa do clube, pretendendo-se que o complexo apresente uma imagem listada que alterne entre o cheio e vazio à semelhança do preto e branco do equipamento. O ritmo vertical quebra a extensão do volume, adquirindo um jogo de alternância de claro/escuro, opaco/transparente, cheio/vazio, que se reproduz na cobertura aumentando o efeito cénico do espaço.

Composição mista

O estádio apresenta-se com uma composição mista em betão e estrutura metálica. As bancadas, bem como toda a estrutura do edifício será em betão armado com recurso a bancadas pré-fabricadas sempre que possível. A sua cobertura compreende uma estrutura metálica treliçada que terá como contrapeso da pala os elementos verticais de fachada em betão.

Relativamente ao programa funcional, está prevista a viabilização económica, garantindo a sustentabilidade futura do estádio, através da implementação de uma clinica e um health club que não ficarão localizados no espaço restante das bancadas. Cada um ocupa uma área de implantação de 760 metros quadrados, que pela sua volumetria permite a ocupação até três pisos.

O complexo dispõe ainda de uma residência para atletas e o espaço para a administração (ambas as áreas com 500 metros quadrados cada) e um espaço polivalente (com 250 metros quadrados) que ocupam a zona posterior das bancadas, e dispõem de entradas independentes. O respectivo programa desenvolve-se no sentido longitudinal, abrindo para o exterior e pontualmente para o interior do estádio, proporcionando-lhe algum ritmo e animação.

Para além da zona de balneários, imprensa, VIP e as várias zonas destinadas aos equipamentos descritos, as restantes áreas destinam-se ao público em geral. Esta, distribui-se de forma equilibrada, pelas três bancadas, no piso térreo e pontualmente, nos pisos superiores. É composta por instalações sanitárias, bares e zonas de permanência e passagem guarnecidas por pés direitos variados e terraços exteriores.

O acesso à zona VIP e de imprensa, bem como a de jogadores é feita pela entrada principal. Assim sendo, a bancada VIP é composta por duas zonas, uma com acesso através de camarotes/salas de reunião e outra através de um VIP Lounge. Já a zona de imprensa dispõe de uma área de 260 metros quadrados, irá ter uma bancada própria, com zonas de mesa e apoiadas por salas de trabalho.

Todo o estádio estará dotado de infra-estruturas suficientes para assegurarem o seu bom funcionamento. Ao longo do desenvolvimento do projecto será tida em conta toda a valorização ambiental do empreendimento nas suas mais diversas vertentes, quer seja o ponto de vista energético quer seja na redução de consumos pela optimização dos equipamentos.

Neste sentido, vai ser proposto um sistema de rega totalmente automatizado que permitirá minimizar os consumos de água, através de um reservatório que tem como função acumular a água proveniente da drenagem superficial de caminhos e outras zonas pavimentadas.

Quanto aos acessos ao parque de estacionamento coberto, estes foram criados tendo em conta o fluxo de tráfego rodoviário em momentos de maior movimento, salvaguardando uma correcta integração paisagística com os espaços verdes envolventes. Estes espaços estarão equipados com mobiliário de exterior e equipamento de recreio e funcionarão como áreas de apoio exterior ao estádio de futebol. Ao estacionamento público, está destinada uma área de 12.500 metros quadrados, com capacidade para 500 viaturas.

Essencialmente, este projecto visa a criação de um estádio, que se integre no meio envolvente e que se assuma como um marco na paisagem, estabelecendo desta forma uma ligação com a cidade e a identidade do clube.

PUB