Vila Galé Hotéis investe em Sintra e Lagos

Por a 20 de Outubro de 2006

Com âmbitos diferentes, o projecto de Lagos distingue-se pela componente de resort com «all inclusive», e o de Sintra pela componente médica

A cadeia de hotéis Vila Galé vai construir duas novas unidades, uma em Lagos e outra em Sintra num investimento que ronda os 37 milhões de euros. Os dois projectos são distintos, o Vila Galé Sintra vai ser um hotel/SPA Medic e destina-se a «clientes com preocupações de vida saudável e bem-estar», afirmou Luís António, arquitecto responsável pelos dois projectos, ao Construir.

O hotel pretende dar aos hóspedes conforto ao mesmo tempo que tratam do seu corpo. A unidade hoteleira de Sintra vai contar com 163 quartos e mais 10 blocos de apartamentos.Este projecto vai ter uma forte componente médica e de saúde, «é a primeira vez que o Grupo Vila Galé aposta neste tipo de produto», explicou o arquitecto.

Este projecto vai ter uma clinica de tratamentos para desintoxicações ao nível alimentar e do tabagismo, a clinica que vai integrar o Hotel ainda não pode ser revelada, no entanto, Luís António adiantou que já existem alguns contactos nacionais e internacionais.

No que diz respeito ao Vila Galé Lagos este vai ser um investimento maior e também um empreendimento maior que o de Sintra, será «um resort dedicado ao lazer e às famílias», disse Carlos Alves, director de marketing da Vila Galé.

O inicio das obras do projecto para Sintra está previsto para Fevereiro de 2007 e em Lagos a previsão é para Março/Abril 2007, adiantou Carlos Alves que acrescentou que ambos os empreendimentos turísticos deverão estar prontos no Verão de 2008. Sendo, que estas datas estão ainda dependentes da emissão da licença de construção para o Hotel de Sintra, e da aprovação do Plano de Pormenor da Meia Praia «para podermos entregar oficialmente o projecto de licenciamento», explicou o responsável.

Vila Galé Lagos

Uma das novidades do resort para Lagos, é o conceito «all-inclusive», trata-se de um regime de alojamento, no qual o cliente não tem apenas direito ao tradicional pequeno-almoço, almoço e jantar, como também vai ter incluído uma variedade de bebidas e snacks durante todo o resto do dia.

O hotel vai ocupar uma área de 8,5 hectares, no Sítio do Calvário localizado na Meia-Praia, Lagos.

O terreno onde vai ficar o hotel apresenta uma elevação natural à cota 17,30 metros, mas que em projecto foi adaptada para ficar uma cota de nove metros. Esta adaptação permite que a implantação da piscina a uma altura superior à estrada da Meia-Praia, possibilitando a vista de mar aos hóspedes do hotel.

O Vila Galé Lagos vai ter uma implantação em «U» virada para o mar de modo a maximizar as vistas dos quartos.

O empreendimento vai ter amplas áreas de restauração, bares, animação, SPA e convenções para atrair clientes em épocas baixas.

Dados técnicos

A proposta para Lagos contempla um edifício principal de 4 pisos, sendo um enterrado e três acima do solo, que vai estar rodeado de espaços verdes em cerca de 80 por cento. O piso -1 é destinado ao estacionamento coberto que vai ter capacidade para 126 lugares, localizando-se ainda as áreas técnicas para manutenção e equipamento. Por este piso é feita a entrada para o estacionamento e o acesso de mercadorias e entrada de pessoas do hotel.

No piso zero vai ficar a recepção, o back-office, salas de reunião, dois restaurantes, bar, cozinha e SPA – equipado com salas de massagens, banho turco, sauna, jacuzzi, piscina interior aquecida e balneários. Na parte exterior do piso vai ser a piscina, a esplanada do bar, restaurante, solário, e espaços verdes.

A nascente vai existir um acesso directo à zona de lazer constituída por três campos de ténis, bowling de relva, putting green, ginásio com bar ao ar livre e parque infantil (com piscina).

O primeiro piso será composto por uma pequena área administrativa de apoio e por quartos, sendo que o segundo piso será constituído apenas por quartos.

O número de quartos previstos são 257 que serão distribuídos da seguinte forma, o piso zero terá 63 quartos dos quais 57 são duplos, dois de deficientes e quatro suites, o piso 1 vai contar com 64 quartos duplos e 32 suites e no piso 2 vai existir 123 dos quais 66 são duplos e 32 suites.

A cadeia Vila Galé é actualmente responsável pela gestão de 18 unidades hoteleiras em Portugal, na zona do Algarve, Beja, Cascais, Ericeira, Estoril, Lisboa e Porto; e no nordeste brasileiro, em Fortaleza e Bahia.

PUB