PIN de 70 Me vai nascer em Alfândega da Fé

Por a 30 de Junho de 2006

alfandega da fe

O FunZone Village Douro é um complexo direccionado para o turismo familiar e especializado em cuidados especiais. Terá um investimento de 70 milhões de euros, e as obras deverão arrancar em Março de 2007

PUB

Alfândega da Fé vai receber o FunZone Village Douro, uma unidade turística inédita em Portugal. O projecto já foi classificado como Projecto de Potencial Interesse Nacional (PIN) pela Comissão de Acompanhamento dos Projectos PIN e está avaliado em 70 milhões de euros, financiados pela ABC Child Care.

Trata-se de uma empresa inglesa que está a investir pela primeira vez em Portugal. «O seu trabalho incide em crianças com necessidades educativas especiais», informou ao Construir Sónia Lavrador, assessora de comunicação da Câmara Municipal de Alfândega da Fé.

O aldeamento turístico, a construir na zona da barragem da Esteveínha, pretende, assim, ser uma opção de férias de famílias com crianças com deficiências, uma actividade nunca antes explorada em Portugal. Daí, o conceito-chave «Os pais necessitam de férias de serem pais».

O FunZone Village Douro é dedicado a famílias com algum poder de compra, mas pretende ter preços acessíveis. O seu público alvo são famílias estrangeiras, sobretudo, inglesas, alemãs e francesas.

Consciente do grande impacto do empreendimento na economia local e regional, que irá gerar cerca de 300 postos de trabalho directos, a autarquia já disponibilizou os terrenos e o contributo técnico para superar as questões burocráticas.

Pensar nas crianças

Numa área com mais de 100 hectares será construído um parque ecológico de diversões com pistas de ski e de skate, zonas cobertas para a prática de desportos náuticos e outras áreas destinadas à prática de diversos desportos de natureza e de lazer. Estas infra-estruturas poderão ainda atrair a realização de diversos campeonatos de cariz nacional e até internacional em diversas modalidades desportivas.

O aldeamento terá equipamentos próprios para permitir que todas as crianças portadoras de deficiências físicas e motoras se desloquem livremente em todas as suas valências. Por isso, não existirão degraus em todo o complexo. A segurança é também outra das prioridades. Cerca de 400 câmaras farão a vigilância.

O projecto irá obedecer a uma política ambiental, valorização dos recursos naturais, reutilização da água e recurso a energias alternativas. Além disso, irá apostar na agricultura biológica, através da produção natural.

A construção do empreendimento, que numa primeira fase terá 800 camas, deverá começar em Março do próximo ano, para entrar em funcionamento no Verão de 2008.

O FunZone Village Douro pretende ser o primeiro dos cinco que a empresa pretende também construir em Óbidos, Setúbal, Sines e Mértola.

PUB