Governo de Angola anuncia investimento de 400 milhões

Por a 30 de Junho de 2006

O ministro da Hotelaria e Turismo de Angola, Eduardo Jonatão Chingunji revelou que vão ser criados cinco novos hotéis em Luanda, com um investimento de cerca de 400 milhões de euros, a concretizar entre 2006 e 2008.

PUB

Citado pelo Jornal de Negócios, o ministro angolano avançou que a construção de um dos hotéis estará a cargo da Teixeira Duarte, à qual pertencem os hotéis Alvalade e Trópico, localizados em Luanda.

Um dos empreendimentos, com a designação Hotel Diamante, deverá estar concluído no final do próximo ano, através de um investimento da empresa angolana Endiama. A empresa Sonangol mostrou-se também interessada em construir um hotel de cinco estrelas, com 400 quartos. Segundo afirma Eduardo Jonatão Chingunji «em Luanda temos um défice de 2500 a 3500 quartos. Há espaço para hotéis de quatro, de três e de duas estrelas, até para motéis e pensões».

Na conferência «O Mercado Angolano – Desafios e Oportunidades entre Ontem e Amanhã», que decorreu no Porto, promovida pela Fundação Afro-Lusitana, o governante explicou que «hoje Angola quer investimento sério, grupos com capacidade para trabalhar em parcerias com entidades locais em projectos credíveis. Não queremos aquele investidor que quer fazer dinheiro para depois tirar fora», concluindo que «o turismo de lazer só pode ser real em Angola dentro de três a cinco anos. Neste momento, que temos é turismo de negócios» e está a crescer. Em 2002, foram registados 90 532 turistas de negócios, em 2005 este número subiu para 209 956.

PUB