Paulo Mendes da Rocha vence Pritzker 2006

Por a 11 de Abril de 2006

Paulo mendes rocha

O arquitecto brasileiro Paulo Mendes da Rocha foi o vencedor do Prémio Pritzker de Arquitectura de 2006, sagrando-se assim no segundo laureado do Brasil a receber este galardão, depois de Oscar Niemeyer ter sido distinguido em 1988.

Paulo Mendes da Rocha, de 78 anos, iniciou a sua carreira nos anos 50 e fez parte do então denominado movimento de «vanguarda» de São Paulo, «protagonizado profissionais liberais cujo trabalho, frequentemente usando materiais e formas simples, enfatizaram a dimensão ética da arquitectura», pode ler-se no comunicado.

Arquitecto há mais de seis décadas, Paulo Mendes da Rocha foi ainda professor na Universidade de São Paulo, presidente do Instituto Brasileiro de Arquitectos e, em 2000, foi premiado com o Mies van der Rohe para a Arquitectura Latino Americana.

O Museu Brasileiro de Escultura, em São Paulo, de 1988, é umas das suas obras mais conhecidas, bem como a reabilitação da Praça Patriarca, também em São Paulo. Actualmente está a desenvolver na Galiza, o masterplan para uma «Cidade Tecnológica» na Universidade de Vigo.

O Prémio Pritzker de Arquitectura, instituído pela Fundação Hyatt (proprietária da cadeia hoteleira com o mesmo nome), foi atribuído pela primeira vez em 1979 e tem como objectivo disntunguir, todos os anos, um arquitecto vivo cujo trabalho demonstre uma combinação de «talento, visão e comprometimento, e que tenha contribuído consistentemente para a humanidade e para o ambiente construído através da arte da arquitectura».

A cerimónia de entrega do prémio decorre a 30 de Maio, em Istambul, na Turquia.

PUB