Taxa de juro implícita para habitação desceu em Novembro

Por a 30 de Dezembro de 2005

habitacao

A taxa de juro implícita no crédito há habitação registou no mês de Novembro uma descida de 0,007 por cento face ao que havia sido registado em Outubro, fixando-se nos 3,61 por cento.

De acordo com os dados avançados pelo Instituto Nacional de Estatística (INE), a taxa implícita nos contratos celebrados nos últimos três meses registou uma subida mensal de 0,016 pontos percentuais, situando-se em 3,24 por cento. Nos últimos 12 meses a taxa de juro manteve-se nos 3,25 por cento.

Segundo aquele organismo, a tendência de descida só foi alterada no que respeita ao financiamento para aquisição de terrenos para construção de habitação onde se verificou uma subida da taxa de juro implícita em cerca de 0,016 pontos percentuais, fixando-se nos 3,191 por cento.

«Nos contratos celebrados nos últimos 3 meses, a subida taxa de juro implícita foi determinada pelas subidas de 0,010 pontos percentuais., registada no destino de financiamento Aquisição de habitação, e de 0,058 pontos percentuais, no destino Construção de habitação. No destino de financiamento Aquisição de terreno para construção de habitação, a taxa implícita nos novos contratos situou-se em 4,062 por cento, descendo 0,354 pontos percentuais face ao mês anterior», pode ler-se no documento.

PUB