Taxas de crédito à habitação caem no mês de Julho

Por a 2 de Setembro de 2005

A taxa de juro implícita no conjunto dos contratos de crédito à habitação fixou-se, no mês de Julho, em 3,68 por cento, valor que representa uma desaceleração de 0,024 pontos percentuais (p.p.) face a Junho.

Esta é uma das principais conclusões do balanço feito pelo Instituto Nacional de Estatística (INE) em relação às taxas de juro implícita no crédito à habitação, de acordo com o qual os valores dos contratos celebrados nos últimos três meses registou uma quebra de 0,034 pontos percentuais, situando-se nos 3,307 por cento.

PUB