Grândola declara de «interesse público» projectos turísticos

Por a 12 de Agosto de 2005

A Câmara Municipal de Grândola anunciou recentemente que vai aprovar uma declaração, que considera, de interesse público, os empreendimentos turísticos Herdade do Pinheirinho e Costa Terra, que os ambientalistas da Quercus classificam como «uma ameaça ao desenvolvimento sustentável da região».

Segundo refere Carlos Vicente Morais Beato, presidente da autarquia «a aprovação de uma proposta de declaração de interesse público por parte da autarquia, durante o mês de Agosto, visa sensibilizar o Governo para a importância destes projectos estratégicos para o desenvolvimento do concelho de Grândola».

Os dois empreendimentos turísticos prevêem um total de 5.700 camas, 410 moradias, três hotéis, uma estalagem, sete aldeamentos/apartamentos e dois campos de golfe, numa extensão de cerca de três quilómetros de costa parcialmente integrada na Rede Natura 2000.

PUB