Taxas nos contratos de crédito à habitação regista subida

Por a 2 de Agosto de 2005

No mês de Junho, a taxa de juro implícita no conjunto dos contratos de crédito à habitação fixou-se em 3,7 pp, o que representa uma ligeira subida de 0,002 pontos percentuais, em relação ao mês anterior, segundo indica o relatório do Instituto Nacional de Estatística.

Esta subida reflectiu-se, essencialmente, nos destinos de financiamento «Construção de habitação» e «Aquisição de habitação», com as respectivas taxas implícitas a situarem-se ambas em 3,7 por cento.

Por outro lado, a taxa implícita nos novos contratos, realizados nos últimos três meses, registou uma desaceleração mensal de 0,023 pp, fixando-se em 3,3 por cento.

Nestes contratos a descida da taxa de juro verificou-se nos segmentos de «Aquisição de terreno para construção de habitação» e «Aquisição de habitação», com as taxas a registar 4,3 e 3,3 por cento, respectivamente.

PUB