AECOPS apresenta sector em «evidentes dificuldades»

Por a 15 de Julho de 2005

Obras_saneamento

Um primeiro semestre com «evidentes dificuldades». Foi desta forma que a Associação de Empresas de Construção e Obras Públicas classificou a actividade do sector da construção nos primeiros seis meses do ano.

PUB

De acordo com a análise de conjuntura divulgado pela associação, a indefinição em torno da execução dos designados grandes projectos, teve repercussões no desempenho das construtoras, que assim apresentaram indicadores de produção inferiores aos registados em 2004. O consumo de cimento, um dos principais indicadores de produção deste segmento, apresentou uma queda de quatro por cento face ao ano anterior.

O valor dos novos concursos de obras públicas abertos no primeiro semestre caíram 7,4 por cento face a igual período do ano passado e o valor das adjudicações recuou 19,2 por cento, segundo os dados da AECOPS.

A associação espera, contudo, que há expectativas positivas para os próximos tempos, em virtude do anúncio recentemente feito pelo executivo e que contempla investimentos na ordem dos 25 mil milhões de euros. Para a AECOPS, a nova Lei das Rendas pode também ser um importante dinamizador do mercado.

PUB